fbpx

A importância da música na educação infantil

A importância da música na educação infantil

O conceito de música na educação infantil passa pelas atividades musicais que buscam trazer à criança oportunidades de desenvolvimento motor, controle muscular, além de ser um elemento formador de sua identidade. Isso traz a ela a visão de diversidade, mas ao mesmo tempo oferece oportunidade de interação com outras crianças.

Musicalizar é introduzir a criança no universo criativo. Assim, fazendo com que ela seja sensível e perceptiva a sons e ritmos, estimulando sua apreciação desde muito pequena.

Basta observar um bebê que quando ouve uma música já começa a balançar o corpo. Ou seja, a música já está em nós desde muito cedo. Então basta trabalhar essa arte de maneira correta a fim de promover o desenvolvimento dentro da educação infantil.

Publicidade

Podemos dizer de maneira clara que a musicalização é o primeiro contato entre a criança e a música, através de atividades que inspirem a criação. Já que todas as crianças gostam de produzir sons ou bater em alguma coisa.

Contudo, a musicalidade da criança precisa ser direcionada e estar envolta por pessoas igualmente identificadas e comprometidas uma vez que esses contatos iniciais dependem de sua vivência musical.

DICA: Veja aqui dicas de como fazer o planejamento de aulas!

A música e a educação infantil

A importância da música na educação infantil

Em muitas ocasiões certas disciplinas mantêm aquela forma de ensino antiga e desmotivante. Assim, onde matemática só é ensinada usando operações, língua portuguesa, a gramática e geografia, mapas.

Independentemente da idade, atividades que fogem do convencional chamam a atenção dos participantes. Dessa forma acabam prestando mais atenção e absorverem melhor os conteúdos. Nesse contexto a música bem como outras formas de arte desempenham um papel fundamental como alternativa de aprendizado.

Hoje, em nosso mundo cada vez mais complexo e técnico digamos assim, desenvolver em crianças e jovens uma sensibilidade e gosto pelas artes é um desafio que envolve pais e professores para que não tenhamos uma sociedade puramente de profissionais competentes. É preciso algo mais, as pessoas não podem perder o gosto pelo belo e agradável, como apreciar uma boa canção. Portanto a música na educação infantil talvez seja o início de tudo isso.

Veja também sobre o Alfabeto Cursivo!

A música como ferramenta transformadora

Introduzir a musicalidade na educação de crianças não tem como ponto principal a criação de novos artistas. Uma vez que isso é uma consequência do dom e das aspirações de cada um. Além de ocorrer de maneira natural.

Desse modo, utilizar a música como ferramenta de educação é a chance de formar indivíduos com uma visão mais ampla a situações subjetivas. O que muitas vezes passa despercebida pela maioria das pessoas.

De acordo com um texto de Isaac Roitman na Academia Brasileira de Ciências, a arte é um importante trabalho educativo. Já que procura, através das tendências individuais, amadurecer a formação do gosto, estimular a inteligência e contribuir à formação da personalidade do indivíduo.

Podemos entender então que “tendências individuais” seria o gosto de cada um. Ou seja, cada forma de expressão artística nos educa segundo nossos sentimentos. Mas, além disso, a música nos molda e reflete nossa individualidade, apresentando nosso eu verdadeiro.

Dessa maneira, desenvolvendo nossos sentidos podemos perceber que estaremos mais sensíveis a determinadas situações. Que pessoas que se valem apenas de fatos concretos não conseguem observar.

Veja também como incluir as atividades educativas na alfabetização!

Conheça os benefícios da musicalidade

Existem muitos outros benefícios na musicalidade além do desenvolvimento sensorial, das quais listamos abaixo:

Melhora o foco

A música na educação infantil promove a concentração e o foco. Por mais que possa parecer estranho falar em foco a crianças, após serem trabalhadas musicalmente eles passam a interromper sua atividade para prestar atenção na música. Ao passar do tempo isso vai se estender a outras coisas de sua vida, onde passam a se tornar pessoas mais centradas.

Aperfeiçoa a criatividade da criança

Ao desenvolver a concentração por consequência o raciocínio também é aprimorado e se torna aparente a criatividade das crianças. Desenvolvendo o senso criativo elas passam a criar novas coisas. O campo fértil da criança se expande e novas coisas até então ocultas a elas passam a ser exploradas.

Constrói sua bagagem cultural

Bagagem cultural é toda experiência que o aluno vai levar consigo por toda a vida. Ela é construída ao passar dos anos e se inicia na infância com as primeiras experiências.

É importante neste momento mostrar à criança toda a diversidade cultural existente no mundo e que também ela pode apreciar várias coisas diferentes. Ela pode achar bom uma música erudita do início do século 20, bem como gostar de alguma canção de rock por exemplo.

É claro que existem alguns tipos de músicas que só despertaram o interesse da pessoa quando alcançar certa maturidade. A construção da bagagem cultural leva também a respeitar algum estilo que não seja do seu gosto.

Desenvolve a memória

Trabalhar a audição segundo especialistas contribui a fim de que crianças e jovens leiam melhor. Além disso, ao trabalhar a música na educação infantil faz com que os alunos prestem atenção nas notas musicais. Assim, aumentando seu rendimento escolar e sua capacidade de memorização.

Publicidade

A criança aprimora sua expressão corporal

A musicalidade aprimora a recepção de estímulos através de sons. Dessa forma, fazendo com que o corpo reaja por meio de movimentos a esses sons.

Neste momento começa o desenvolvimento da expressão corporal na criança. Cada gesto praticado vai o formando o repertório relacionado à música ouvia. Como é um processo interno contribui a fim de que pessoas tímidas possam se expressar melhor e vencer esse desafio.

Trabalha a coordenação motora

A partir do instante que introduzimos a criança no meio musical ela passa a ver esse meio com toda a curiosidade própria da idade. Quando ela segura um instrumento musical e é induzido que faça algum som, de forma indireta trabalhamos sua coordenação motora. Ao pedir para que os pequenos acompanhem a música com palmas também trabalhamos sua coordenação porque inconscientemente a criança fará algum movimento usando o corpo.

Como introduzir a música na educação infantil?

O primeiro passo é desmitificar a música e mudar a visão que ela nada serve ao ensino. O segundo passo é contar com um time de profissionais comprometidos e envolvidos com o tema, sobretudo tendo todas as habilidades a fim de desenvolver o projeto, aliando música e parte pedagógica.

A fim de que a música na educação infantil seja positiva o profissional pode utilizar:

  • Ensinar os primeiros passos a tocar um instrumento;
  • Mostrar como ouvir os sons do ambiente;
  • Trabalhar histórias usando o emprego de sons;
  • Desenvolver instrumentos sonoros usando materiais reciclados;
  • Praticar atividades sobre personalidades da música.

Analisando todos os pontos positivos podemos garantir que a música é um ótimo instrumento de aprendizado, trabalhando de forma lúdica todas as habilidades das crianças colaborando para um desenvolvimento completo do indivíduo.

Deixe uma mensagem contando sua opinião sobre a utilização da música na educação infantil.

Baixe aqui mais de 300 atividades de alfabetização para imprimir!

Post Tags
About Author: Equipe Aula Pronta
Publicado por um redator oficial do blog do Aula Pronta. Estou aqui para lhe ajudar com conteúdo informativo e original!